quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

O divórcio de 75 bilhões de dólares

O casal Bezos
Não tem jeito, o casamento é algo financeiramente prejudicial para pelo menos um dos envolvidos, a não ser que a renda dos dois membros do casal seja equiparável, um dos dois estará entrando em um negócio financeiramente desvantajoso.

Claro que quando um dos membros do casal é ninguém menos que o homem mais rico do mundo, a coisa atinge outro nível.

Como reporta a fortune, Jeff Bezos, fundador da Amazon e atual homem mais rico do mundo, irá se divorciar de MacKenzie Bezos, que fora sua esposa por 25 anos, a qual poderá embolsar USD75 bilhões no processo. Isso porque o casal Bezos se submete a legislação sobre divórcios do estado de Washington, a qual asseverá que todo o patrimônio adquirido ao longo do casamento será dividido igualmente com o divorcio, a Amazon acaba entrando no bolo, tendo em vista que Bezos a fundou pouco depois de ter se casado com sua esposa.

Bezos também é dono do jornal The Washington Post, que ele comprou por USD250 milhões em 2013 - para o homem mais rico do mundo isso não é nada mais que um pequeno investimento.

Além disso, Bezos é dono da empresa Blue Origin, como entusiasta da corrida espacial que sou, não posso negar que este grande golpe financeiro ao Bezos me deixa um tanto apreensivo e preocupado com o rumo que a mencionada empresa espacial tomará.


sábado, 5 de janeiro de 2019

Como falar com idiotas?

Elas estão por toda parte, é impossível evitar, pessoas de baixa capacidade cognitiva e completamente incultas permeiam nossas relações interpessoais.


São particularmente nocivas no ambiente laboral, afinal a baixa capacidade técnica das mesmas tem implicações na produtividade geral. 

A interação é inevitável, sendo assim, como falar com idiotas?

Nivelar a conversa por baixo é essencial, adaptar a forma e o conteúdo do bate papo, a forma por meio de usos de palavras mais simples, o conteúdo por meio das ideias discutidas. 

O problema é que fazer muito isso pode ser nocivo, quando você nivela demais por baixo a sua comunicação, você mesmo poderá sair prejudicado, passando a evitar o uso de palavras ditas "difíceis", porém essenciais. Bem como perdendo o costume de discutir temas mais complexos e se deixar levar por assuntos banais.

Desse modo é bom diversificar, você não cortará amizade com ninguém por tal pessoa ser idiota, mas poderá diminuir o nível de interação com a mesma e buscar valorizar amizades melhores. No trabalho infelizmente, a relação é inevitável.

quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Filme "Almas Perversas" (1945)

Christopher Cross é um homem de meia idade com um emprego modesto, casado com uma mulher insuportável, o qual tem sua vida virada de ponta cabeça quando conhece a bela e jovem Katharine 'Kitty' March. 

Katharine seduz Christopher que chega a cometer roubos para atender aos pedidos financeiros de sua amada, mal sabe ele que Katharine somente tem olhos para seu insuportável namorado, o jovem Johnny Prince.

Não quero entregar muito do filme, mas apenas digo que é uma boa pedida, e após assisti-lo com certeza você pensará muitas coisas sobre relacionamentos e o desastre que uma mulher mal intencionada e sedutora pode causar na vida de um homem.

A direção fica a cargo do mestre Fritz Lang.


Filme completo, legendado:




Outro link, sem legendas:



Joan Bennett em uma das cenas do filme

sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Maratona de Dragon Ball Super no Cartoon, dia 29 de Dezembro

Dragon Ball é uma de minhas franquias favoritas de animação japonesa, venho acompanhando a saga mais recente, Dragon Ball Super, desde que fez a sua estreia no Canal pago Cartoon Network. Claro que o programa já não me diverte tanto como quando eu era criança, mas já é possível matar uns minutinhos de tédio, ao assistir cada episódio...

Ta, eu sei que poderia fazer o download da animação ilegalmente em um site qualquer que disponibilize conteúdo pirateado, mas, por mais louco que isso possa parecer para alguém criado na cultura brasileira, a ética é um fator que considero em minhas relação sociais, portanto prefiro assistir conteúdos que me interessam por meios oficiais, pagando pelo conteúdo àqueles que o produziram.

Sei que muitos deixam para assistir no Cartoon pelo fato da versão dublada estrear la, isso para mim é indiferente, na verdade prefiro absorver conteúdo de mídias em suas versões originais, a questão para mim é de ética mesmo.



Maratona de Dragon Ball Super no Cartoon, dia 29 de Dezembro

Pois bem, após alguns problemas reprisando a série animada sem avisar, o Cartoon Network anunciou em nota oficial que transmitirá uma maratona de Dragon Ball Super, às 20h do dia 29 de Dezembro. Na qual transmitirá os episódios 109 e 110, bem como os episódios inéditos compreendidos entre 111 e 116.

Veremos!

sábado, 22 de dezembro de 2018

O tinder é o melhor app de relacionamentos

Resumo da Ópera: Eu estava com muitooo tempo livre e acabei criando um fake no Tinder para testar algo que eu tinha em mente. O problema é que fui descoberto e posteriormente banido do tinder. Bom, posso simplesmente comprar outro chip de celular só para poder fazer outra conta, mas eu não quero gastar meus suados trocados com isso.


Portanto comecei a experimentar outros aplicativos do gênero e tenho que dizer algo que jamais imaginava saindo de minha boca: que saudade do Tinder!

O que acontece é que eu sou baixo e estatisticamente falando pessoas baixas não se dão bem em aplicativos de encontros. A maioria dos meus matchs era com pessoas gordinhas e ou mulheres solteiras com filho (embora gostosas). E com todo o respeito as eventuais leitoras, eu simplesmente não me sinto atraído por gordinhas, me desculpem, eu bem queria ser o Jack Black naquele filme "O amor é cego" e enxergar as pessoas por sua beleza interior, mas não é assim que o mundo funciona, não existe mágica, o que existe é a frieza da atração sexual superficial, assim sou eu, assim são os outros, assim é o mundo, acostumem-se com isso, pois reclamar de algo assim é como reclamar do tempo!

As gordinhas podem pelo menos emagrecer, e eu que sou baixinho? Minha úncia escapatória é ganhar dinheiro, pois, independentemente de minha personalidade, a esmagadora maioria das mulheres nãos e sente atraída por mim... Isso pelo menos me incentiva a melhorar em outros aspectos... é melhor do que apenas reclamar.

Quanto as mulheres com filhos, bom, aí a coisa é paradoxal, eu até me interessaria por elas se o objetivo fosse sexo casual, mas estas geralmente estão a procura de um relacionamento sério, claro que eu poderia ser anti ético e esconder meus reais interesses, fingindo interesse em algo sério, mas este não sou eu, eu não me sentiria bem fazendo algo assim. 

Pois bem, a despeito disso tudo, vez ou outra pelo menos eu marcava alguma coisa pelo tinder com mulheres da faixa 4-6 (comíveis), enquanto em outros aplicativos análogos não consigo nada! Creio ser uma questão de volume de pessoas utilizando os apps, o tinder ainda é o mais popular, em uma cidade do interior os matchs potenciais são escassos, afinal de que adianta dar match com alguém que mora numa cidade vizinha, eu que não vou la... Tive a impressão que o Happn é um pouco menos pior que os outros, mas a maioria é simplesmente inútil, quase ninguém usa, e se usa é aquela mulherada que não se da bem no tinder!!

Adquiri especial aversão ao Badoo, este é um verdadeiro buraco negro que atraí toda e qualquer mulher funkeira, e meus amigos, se uma mulher é funkeira, me chamem de fresco, mas ela poderia ser a própria Marilyn Monroe que eu não pegaria. Viu? Eu não ligo só para as aparências, nem tudo esta perdido.

Felizmente, o Facebook anunciou em Maio de 2018 a ferramenta Dating, acredito que lançará o tinder para a periferia da importância e deverá dominar o nicho de relacionamentos online, como o Facebook já fez em muitos outros meios, vamos ver, já foi lançado em fase de testes em países como o Canadá, deve ser lançado no Brasil a qualquer momento!

A patifaria dos Funcionários fantasmas

Onde está Queiroz?

No momento em que escrevo isso, o motorista alocado como comissionado na Alerj - Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro -, recebendo salários de cerca de R$20.000 (!), se tornou pivô de um verdadeiro escândalo e já faltou a dois depoimentos para esclarecer as coisas para o Ministério Público.


Tal tarefa não será fácil, como Queiroz explicará as transferências bancárias que recebia de outros nove funcionários comissionados alocados no gabinete de Flávio Bolsonaro? Tarefa dificílima, para mim trata-se de um clássico e muito ordinário esquema de funcionários fantasmas, infelizmente muito comum em nossos legislativos municipais e estaduais, vide que na própria Alerj, outros deputados foram presos em Novembro, após grampos telefônicos extremamente complementadores serem obtidos em investigação.

Infelizmente este tipo de ação parece não chamar muito a atenção da opinião pública que está mais preocupada em saber quem é pior dentre Lula e Bolsonaro. Mas, este caso envolvendo o filho do próximo presidente é numa certa perspectiva salutar  - ainda que a situação em si deplorável -, digo isso porque tal caso lança maior luz sobre essa odiosa prática de funcionários fantasmas muito comum nos poderes legislativos de todas as esferas, é importante que quem critica tal prática não o faça especificamente neste caso somente para atacar Bolsonaro Jr., do mesmo modo é importante que os MITOmaníacos de plantão não tentem defender o indefensável: os indícios são escancarados e verdadeiramente escandalosos de que houve sim tal prática.

Nessas horas eu gostaria de morar na China e lavar a alma com corruptos sendo fuzilados...

Como é o esquema?

O esqueminha sem vergonha (e já manjado pelo MP) de funcionários fantasmas é muito simples, mas talvez quem não conheça o setor público de dentro tenha alguma dificuldade em entender, então eu vou explicar muito brevemente: As Câmaras Municipais e assembleias legislativas estaduais têm em seus quadros funcionais diversos cargos chamados comissionados, que são aqueles de livre exoneração e nomeação, para os quais não é necessário a realização de concursos públicos.

Muitos destes cargos são alocados em gabinetes de vereadores/ deputados, sendo indicados pelos mesmos. Ocorre que após tais funcionários serem empossados, muitos deles não chegam a trabalhar - ou até trabalham recebendo bem menos que seu salário oficial -, aceitando ficar com uma pequena parcela do salário oficial e repassando a maior parte para seus padrinhos politicos. 

Percebam que como qualquer ordinário esquema de corrução, a figura do corruptível é verdadeiramente essencial para que o corruptor (agente politico) obtenha êxito. Eu não culpo exclusivamente os politicos pela total decadência do Estado Brasileiro, para mim estes que aceitam se sujar por uns trocados são igualmente tão canalhas quanto os politicos, os comissionados nessa situação praticam claro o crime de corrupção passiva, elencado em nossa legislação dentre os crimes contra a administração pública.

Como acabar com este esqueminha de canalhas?

A respostei eu indiquei no título do presente artigo: Cargos comissionados precisam acabar, urgentemente! Infelizmente, embora a regra constitucional para ingresso nos erviço público seja através de concurso público, câmaras municipais e assembleias legislativas tendem a fazer uma inversão de valores e alocar mais comissionados do que efetivos.

A brecha para os comissionados está na própria CF que assevera no inciso II de seu art. 37: "a investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei, ressalvadas as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração".

Limitar a quantidade de funcionários comissionados a cerca de 5% do quadro funcional de um órgão, bem como limitar o salário dos mesmos é uma solução.

Vamos perturbar nossos representantes eleitos para que estes proponham algo neste sentido.


segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Concursos para o RJ em 2019


Bom, como já mencionei anteriormente, fiquei longe dos concursos em 2018 e durante boa parte de 2017, pretendo voltar com tudo em 2019, sendo assim, já comecei a sondar quais os concursos previstos ano que vem no Estado, segue abaixo a lista:

Câmara de Maricá
Níveis Médio e Superior
Várias vagas.
Concurso anunciado pelo presidente da Casa em Sessão, mas por enquanto nada muito certo. Sequer fora aberta uma licitação para escolha de banca.

DNIT - Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes
Níveis Médio e Superior
397 vagas.

Defensoria Pública do Rio de Janeiro
Níveis Médio e Superior
Várias vagas.
Concurso já autorizado, possibilidade edital ser lançado ainda em Dezembro de 2018, pela Fundação Getúlio Vargas.

IBGE
Níveis Médio e Superior
1.800 vagas.

Polícia Civil do Rio de Janeiro
Todos os níveis de escolaridade
80 vagas.

Prefeitura de Nova Iguaçu
Todos os níveis de escolaridade
Várias vagas.

Câmara de Barra Mansa
Todos os níveis de escolaridade
16 vagas.

CEFET - Centro Federal de Educação do Rio de Janeiro
Todos os níveis de escolaridade
Várias vagas.

CLIN - Companhia Municipal de Limpeza Urbana de Niterói
Níveis Médio e Superior
vagas.

Comlurb
Nível Fundamental
Várias vagas.

DEPEN - Departamento Penitenciário Nacional
Nível Médio
1.580 vagas.

FBN - Fundação Biblioteca Nacional
Níveis Médio e Superior
132 vagas.

FUNASA - Fundação Nacional de Saúde
Níveis Médio e Superior
459 vagas.

ICMBio - Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade
Níveis Médio e Superior
Várias vagas.

INMETRO
Níveis Médio e Superior
Várias vagas.

INSS
Níveis Médio e Superior
7.580 vagas.

Prefeitura de Porto Real
Todos os níveis de escolaridade
Várias vagas.

Prefeitura de São João da Barra
Todos os níveis de escolaridade
Várias vagas.

Prefeitura de Vassouras
Níveis Médio e Superior
115 vagas.

Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro
Todos os níveis de escolaridade
Várias vagas.

Receita Federal
Níveis Médio e Superior
Várias vagas.

STN - Secretaria do Tesouro Nacional
Níveis Médio e Superior
Várias vagas.

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

26 anos e nunca namorei

É mais fácil abrir o jogo por aqui, tendo em vista que eu não mostro o rosto, não sei se eu teria coragem de dizer isso abertamente pessoalmente, mas a verdade é que aos 26 anos de idade, eu nunca namorei. 

De verdade, sei que eu não tenho um problema, atualmente lido com este fato com extrema tranquilidade e naturalidade, não me importo com o quê os outros pensam e acho que até prefiro ficar solteiro mesmo, (rs), acho que me acostumei.

Mas nem sempre foi assim, antes de ser um homem maturo, o fato de absolutamente nunca ter namorado me trazia enorme sofrimento, eu não possuia o senso crítico que tenho hoje, então pensava que eu era um inútil por nao ter uma namorada.

Fico pensando a luta que é para mim ter um relacionamento sexual enquanto para quem namora o sexo é algo corriqueiro. 

A pior fase começou aos 17, quando comecei a me interessar mais acentuadamente pelo sexo oposto. Mas minha então falta de autocrítica me ofuscava a visão para um fato central que seria minha maldição nos anos seguintes: eu era - e ainda sou - extremamente feio. Estatura baixa, acima do peso e dezenas de espinhas em minha pele do rosto. Nem com uma personalidade formidável eu conseguiria uma namorada... Mas eu ainda não sabia disso e não foi o que anos de comédias besteirol Hollywoodianas me ensinaram... O meu diferencial sempre foi minha inteligência bem acima da média, mas convenhamos, no fim das contas o que atrai alguém sexualmente é estética e/ ou riqueza, sendo inteligência algo irrelevante neste campo. 

Nunca fiquei com alguém na escola nem na faculdade - embora acredite firmemente que a minha versão atual poderia se dar melhor neste meio, se optasse por fazer uma segunda faculdade...

A faculdade, entre os 18 e 21, foi a pior fase, eu nunca achava uma namorada,  o que me deixava enormemente chateado, hoje em dia para a minha versão atual isso pode parecer deplorável, mas esse era um dos principais objetivos do meu eu de entao. Foi nessa época que passei a ingerir bebida alcoólicas, a depressão se acirrou aos 22 quando passei por um emprego horrível, que já relatei aqui. Por conta desta fase eu me tornei um alcoólatra, hoje em dia já estou melhor, bebo responsavelmente, mas gostaria de não ter começado...

Neste período entre os 18 e 21, pessoas medíocres zombavam de mim por nao ter um relacionamento, se fosse hoje em dia eu não ligaria e não me preocuparia com críticas desconstrutivas de pessoas que não respeito, porém, naquela época eu era um verdadeiro tapado e as ofensas me entristenciam. A cada ano que passava eu continuava solteiro... Ate que chegou o ano que eu me libertei deste pensamento ruim, digo, é dificil apontar um ano porque este é um processo gradual e nao uma mudança automática, mas acho que lá pelos 23 eu comecei a aceitar a situação.

No meu atual trabalho, as mulheres mais interessantes estão comprometidas.

Acho que já me acostumei com o fato de que viverei solteiro, hoje em dia eu já nao ligo. Gostaria sim de ter um filho, infelizmente, nunca foquei muito nisso, porque diferentemente da maioria das pessoas, eu tenho um senso de responsabilidade muito grande e portanto teria que estar ganhando muiiito bem para pensar em ter um ou dois filhos, acho que posso deixar isso lá pro meus 40, com certeza estarei mais bem remunerado e poderei ter um filho despreocupadamente.



sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Bolsonaro e o comércio com a China


As justificativas reducionistas e equivocadas para as diretrizes de Donald Trump para o comércio com a China não são pertinentes de serem emuladas pelo Brasil, me refiro especificamente ao aumento de tarifas para produtos importados do gigante asiático pelos EUA, estabelecido pelo mencionado presidente estadunidense.

A premissa de Trump diz respeito a balança comercial EUA-China, que é muito deficitária para o lado do tio Sam, o que na visão dele é prejudicial para os Estados Unidos.

Considerando essa premissa e levando-se em conta que a balança comercial entre Brasil e China é muito superavitária para nosso lado, medidas protecionistas anti China seriam simplesmente incoerentes. O problema é que nosso futuro presidente Bolsonaro parece insistir em querer seguir os passos de seu homólogo estadunidense, ainda que estes passos não sejam saudáveis para o Brasil. 

Bolsonaro acabaria por fazer justamente aquilo que muito criticou durante a campanha: comercializar sem levar em conta o viés ideológico. Evidentemente, é preciso destacar também que a ideia de que a muito volumosa balança comercial com a China se justifica por questões ideológicas da gestão lulo-petista, ou mesmo de Temer, é completamente descabida, isso porque o mencionado país da Ásia é o principal parceiro comercial de diversos países e não somente do Brasil.


Aproveitando o gancho, Bolsonaro resolveu por alguma razão ferir a tradição de neutralidade empenhada pela politica externa brasileira ao anunciar mudar a embaixada do Brasil de Tel Aviv - Estado embrionado justamente por aquela organização que nas palavras de Bolsonaro "não serve para nada" - para Jerusalem, medida que efetivamente não possui efeitos pragmáticos positivos notáveis para o Brasil e portanto é um movimento completamente incoerente que parece apenas querer imitar uma ação trumpista. O Brasil acaba comprando uma briga com os países árabes do Oriente Médio,que compõe justamente o segundo polo principal de importação de carne vermelha de origem brasileira, tipo de produto diga-se de passagem, que possui dificuldades de entrar em outros países, dada principalmente os recentes escândalos de carne estragada escancarados pela Policia Federal. Felizmente o Trump dos trópicos anunciou que o próximo ocupante do Itamaraty será um diplomata de carreira, espero que tenha autonomia assim como Guedes a frente do super ministério da economia...

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

O prazo de convocação para nomeação de aprovados precisa mudar urgentemente

Atualmente o prazo para nomeação de candidatos classificados dentro do número de vagas em concursos públicos é igual ao prazo de validade dos certames: até dois anos após a homologação, prorrogável por igual período.

Desnecessário dizer que este prazo relativamente comprido seja utilizado por muitos gestores públicos mal intencionados para atrasar ao máximo o processo de nomeação de concursados.

Creio que a ideia dos legisladores que criaram a regra fora até bem intencionada, mas ninguém previu a malicia de muitos gestores públicos, especialmente, eu diria, agentes politicos no âmbito municipal, que procuram procrastinar na hora de realizar a convocação de concursados, favorecendo assim a presença de indicados apadrinhados infestando a administração pública, prejudicando inclusive a sociedade, já que o dinheiro público acaba indo para manter funcionários de capacidades laborais e competência técnica muitas vezes questionáveis, em detrimento de profissionais qualificados aprovados em concursos públicos.

O STF às vezes faz uma forcinha e legisla onde o Poder Legislativo é omisso, por exemplo, há jurisprudência de tal corte no sentido de limitar o quadro de comissionados a 50% do quadro total, ainda é pouco e essa jurisprudência sequer é respeitada na maioria das vezes.

Há muito que se regulamentar no âmbito dos concursos públicos, um pl com o teor do que eu defendi aqui no texto, talvez limitando o prazo de nomeação para até, digamos, quatro meses após a homologação do concurso seria um bom pontapé inicial.



sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Vale a pena ser professor?

Não, pelo menos na educação básica. Docência no ensino superior paga muito bem, mas os concursos são questionáveis, como já abordei aqui.

Quando eu era criança achava que o cargo de professor era muito bom, férias longas, pouca carga horária semanal, adorador por parte dos mais ignorantes etc. E o salário não me parecia dos piores. Via meu pai que era servidor público estadual trabalhar de segunda a sexta, ficando com a agenda muito mais presa e pensava que aquilo não era para mim... Ah, como eu era ingênuo.

A minha ingenuidade e a minha preguiça me levaram a iniciar uma faculdade de história aos 18, em detrimento de direito que eu achava longa demais por um ano de diferença, enquanto eu estava louco para por a mão no canudo, não interessava qual fosse.

Fiz História numa Universidade federal conceituada aqui no RJ, e não, nunca fui doutrinado, sempre tive pensamento de centro, com inclinações a direita. A doutrinação só funciona com os alunos mais ingênuos, mas ai já é outra história...

Não me arrependo da faculdade porque ela me abre algumas portas em concursos liberados para qualquer graduação, entretanto, meu interesse em lecionar na educação básica é próximo de nulo.

Isso porque trabalhar em escolas públicas estaduais e municipais, além de não pagar muito bem, é extremamente estressante, de modo que eu não tenho paciência para aturar adolescentes chatos - e talvez alguns bandidos. 

Só cogitaria lecionar nessas condições se não fosse meu emprego principal e eu pudesse largar a qualquer momento, neste sentido a CF abre a possibilidade de acumulação de um cargo público de professor com outro técnico ou científico.


Salários

Pelo menos pago pelo governo estadual aqui no RJ, o salário para docência de ens. fundamental/ médio é de apenas cerca de R$1200,00, para jornada de trabalho de 16h. É muito pouco, mas pelo menos você pode acumular, conforme eu já mencionei, com outra cargo públicos e professor. Os salários nos municípios variam muito, a maioria paga mal - não só para professores -, mas é bom ficar de olho em municípios mais ricos, como macaé, onde o salário tende a ser maior. Recentemente, a cidade de Paraíba do Sul (RJ) abriu edital, o qual abrange cargos de professor, pagando R$2600,00 de salário base para 20h semanais, nada mal, quando verificamos as médias salárias em outros municípios para cargos de docência na educação básica. 

Aposentadoria precoce

Uma da vantages de se optar pela carreira é possibilidade de aposentadoria precoce de cinco anos para profissionais docentes, que eu não consigo entender porque é prevista em nossa legislação. Tal beneficio, seria um alvo bastante óbvio em uma possível reforma previdenciária, mas, por enquanto ainda está valendo, se for de seu interesse, aproveite!

Carga horária leve e férias extensas

Você só irá a escola os dias que lecionar, o resto da semana é livre, bem como nas longas semanas de férias escolares. Eis uma grande vantagem que não encontramos em qualquer profissão, uma agenda muito livre.



Mas e aí, deixei de cobrir algum ponto interessante sobre a profissão no post? Tem algum outro cargo público que você gostaria que eu discuta? Me informe nos comentários.

Lembrando que o post acima é direcionado ao cargo de professor na educação básica, eu já fiz outro post sobre docência no ens. superior, que é um mundo completamente diferente.

Também já havia escrito um post sobre docência na educação básica, mas este aqui ficou melhor...

Trecho extraído do post anterior que é pertinente aqui:



Conclusão


Considerando a seguinte escala de felicidade no trabalho, eu colocaria ser professor de ensino médio no nível 3, com rara possibilidade de alcançar o nível 2, mas isso depende dos objetivos de vida do individuo.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...