sexta-feira, 6 de março de 2020

A arrogânciade de concursados e concurseiros




O título é uma generalização, nem todos os concursados são arrogantes, por experiencia própria, sei que a maioria não é, eu mesmo não sou - pelo menos acredito nisso, rs.

Mas muitos concursados/ consurseiros são arrogantes.

Eu os divido em grupos diferentes, os quais descrevo a seguir:

1- O arrogante parasita

Alguns deles possuem uma filosofia profissional completamente esdrúxula de que por terem sido aprovados numa prova, merecem ganhar para não fazer nada.

Essa espécie de parasita merece ser escarneada, e como eu já falei aqui, os bons servidores públicos tendem a ser justamente os mais prejudicados, afinal, muitas vezes acabam tendo que fazer o serviço dos parasitas.

2- O arrogante do concurso simples

Existe também um outro tipo de arrogante, que é aquele aprovado em concursos mais simples, com salários baixos e consequentemente muito pouco disputados. Este tipo de arrogante somente faz mal a si mesmo e é sempre positivo encontrar um meio de mostrar a ele que o caminho pela frente ainda é árduo, ainda que estes cargos mais simples sejam de certa forma benéficos para iniciar uma carreira de concurseiro, como eu bem mencionei em outro post.

3 - O arrogante que não classifica

Esta aqui é uma espécie realmente irritante, embora não dê prejuízos como a número 1 - isso porque não tem oportunidade para dar prejuízo, rs.

Encontramos este tipo de arrogante nas saídas de provas de concurso. Eles costumam se gabar afirmando que a "prova tava muito fácil" - enquanto mantem uma risadinha no rosto.

Mas na hora da listagem de classificados, não dá nem pro cheiro. Estão muito longe do objetivo.

Uma dica que eu dou aqui, jamais, em hipótese alguma, desdenhe do nível de dificuldade de uma prova, respeite a prova e respeite os seus adversários. 

Aliás, uma prova fácil geralmente é mal calibrada, afinal favorece muita gente pontuando alto, o que não ajuda a peneirar candidatos.

4- O comissionado arrogante

Tá, estes aqui na maioria das vezes não são concurseiros e nunca foram concursados. Mas ainda estamos dentro do tópico.

Nem todos os comissionados são arrogantes, mas muitos são.

E qual o sentido de ser arrogante por ter um cargo em comissão? Na maioria das vezes em absolutamente nada indica que o individuo é um profissional competente. Apenas indica que ele tem algum contato politiqueiro que lhe indicou um cabide, isso é razão para ser arrogante? Não existem razões que justificam arrogância, ainda mais essa.

Pequeno causo: outro dia ouvi um comissionado chamado Gordofredo (nome fictício, ninguém se chama Gordofredo) encher a boca para dizer que trabalha na minha repartição já mais de 10 anos - no contexto, ele queria de certa forma me desmerecer por eu ser relativamente novato -. Nesse período, aproveitou bem a vida, sempre ganhou bons salários que permitiram que este fizesse viagens a Europa, a quais ele gosta de se gabar.

Eu ouvi isso e ignorei, o curioso é que dias atrás havia visto a lista de notas do meu concurso, de uns anos atrás, vi que Gordofredo havia feito a prova e sequer sido aprovado (sequer passado na nota de corte).

Havia algumas dezenas de candidatos a frente dele (e que haviam sido aprovados). Numa dessas eu pergunto, é justo nomear comissionados reprovados enquanto há centenas de profissionais mais bem qualificados conforme comprovado em concurso público?

É constitucional, mas não consigo ver de que forma isso é justo...


2 comentários:

  1. Rapaz, o que sempre vi muito foi pessoas que se acham muito inteligentes pq passaram em algum concurso, como se isso fosse atestado de genialidade.

    Eu sempre vejo o pessoal metendo o sarrafo nos comissionados, acho que por onde trabalhei foi exceção, posso te afirmar que nunca conheci um comissionado sequer que fosse incapaz ou não fizesse bem o seu trabalho.

    Talvez o judiciário seja diferente do executivo nesse aspecto. E mesmo quando trabalhei num ministério do executivo federal, os comissionados (efetivos tbm ou não) eram muito competentes nas suas respectivas áreas.

    O que eu sempre percebi foi a quantidade absurda de terceirizado semianalfabeto que eles colocam pra fazer funções burocráticas e menos complexas (secretariado, recepcionista, essas coisas).

    Abraço!

    Investidor Concursado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade IC, isso com certeza varia de um lugar pro outro.

      Onde eu trabalho atualmente, a maioria dos comissionados é de péssima qualidade e literalmente não sabe ligar o computador. Em contrapartida, trabalho com comissionados muito bons, mas são minoria.


      Grande abraço.

      Excluir

Nobres leitores, se eu demorar a responder, é porque provavelmente tô fazendo cosplay de eremita e estudando pra concursos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Aquila non capit muscas