sexta-feira, 3 de agosto de 2018

A maçã de um trilhão de dólares

Bela capa do Financial Times noticiando o feito da Apple

A famosa marca de tecnologia Apple, para alegria dos humildes acionistas e fanboys de plantão, tornou-se a primeira empresa dos EUA a atingir uma valorização de USD 1 trilhão. Primeira dos EUA, cabe bem ressaltar, e não primeira da História, como o título da manchete do Financial Times acima exposta faz supor - me admira uma publicação tão famosa cometer um equívoco deste dentro de sua área de especialidade.

Pois bem.

A Apple ultrapassou o valor de mercado da Amazon nos últimos dias e de quebra atingiu a marca histórica de 1 trilhão. 

Globalmente, no entanto, a marca histórica de 13 dígitos foi primeiramente atingida há mais de uma década! Quando a PetroChina atingiu tal valor. Como o seguinte site informou a época:


Infelizmente ainda preciso aprender mandarim para traduzir.

Enfim.

O fato é que a história acabou não terminando bem para a petroleira chinesa.

A Bloomberg calculou que o colapso, que chamou de "a maior queda de ações da história mundial", custou aos acionistas cerca de USD 800 bilhões, graças às tentativas do governo de limitar a especulação que levou a esse aumento inicial.

É claro que as semelhanças com a Apple praticamente começam e terminam com a valorização de USD 1 trilhão, embora a implosão da PetroChina em Xangai seja um lembrete da natureza brutal e digna de cautela do mercado de ações.

3 comentários:

  1. "Infelizmente ainda preciso aprender mandarim para traduzir."
    Não precisa, papai google faz isso pra você...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô ligado amigo, eu quis fazer uma piada no texto, aparentemente não deu muito certo (rs). Abraços.

      Excluir
  2. O Tim Cook deveria agradecer os socialistas de iphone pela contribuição.

    Abçs!

    ResponderExcluir

Galera, se eu demorar a responder, é porque provavelmente tô fazendo cosplay de eremita e estudando pra concursos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...